BÍBLIA

Cientistas forenses revelam como teria sido o rosto de Jesus Cristo

A cultura ocidental geralmente descreve Jesus Cristo como um homem magro, branco, de olhos claros e de cabelos longos. Mas uma reconstrução feita por cientistas forenses prova que ele pode ter sido bem diferente - veja a imagem aqui. Os cientistas admitem que a reconstrução criada por eles não corresponda exatamente à aparência de Jesus, mas seria uma representação próxima. 

[VEJA TAMBÉM: Ciência revela detalhes do espancamento de Cristo]

  

Inicialmente, os pesquisadores fizeram uma modelagem computacional de um crânio semita do século I na região da Galiléia, no norte de Israel. Essa imagem dá as formas do rosto de Jesus. Já a cor da pele foi definida com base em pinturas semitas daquela época.

 

Para saber mais sobre o cabelo de Jesus, os antropólogos forenses recorreram à Bíblia. Eles encontraram uma passagem que descreve um homem de cabelo longo como uma “desgraça”. Por isso, a conclusão é que os cabelos curtos seriam mais apropriados para um homem daquela época. 

 

E, por fim, um resgate histórico nos prova que um homem daquela época tinha em média 1,5 metros de altura e pesava cerca de 50 quilos – bem mais baixo e menos magro do que nossa cultura ocidental desenhou. 

 


 

Fonte: Unilad
Imagem via Popular Mechanics e Zwiebackesser/Shutterstock