CIENCIA

Cientistas encontram espermatozoide mais antigo do mundo na Antártida

Cientistas do Museu Sueco de História Natural fizeram uma descoberta surpreendente durante pesquisas na Antártida. O objetivo da equipe de estudiosos era analisar amostras de rochas do continente gelado, mas o que eles acabaram encontrando foi muito mais interessante.

Os pesquisadores descobriram um espermatozoide animal com idade estimada em mais de 50 milhões de anos, o mais antigo já encontrado no mundo. Acredita-se que ele seja pelo menos 10 milhões de anos mais velho que outro descoberto anteriormente. O espermatozoide estava fossilizado em um casulo semelhante aos de vermes e parasitas.

A descoberta da equipe liderada pelo paelontólogo Benjamin Bomfleur foi divulgada na publicação Biology Letters. Ao contrário de ossos de dinossauro, organismos como bactérias, protozoários ou mesmo vermes não costumam ser bem preservados, o que faz com que essa descoberta seja ainda mais importante. Ao investigar detalhadamente os casulos, os pesquisadores podem ter uma ideia melhor sobre quais tipos de micro-organismos existiam no passado.


Fonte: BBC Brasil e Popular Science