imortalidade

Pesquisadores querem estudar imortalidade das hidras para prolongar a vida humana

Muitas espécies do reino animal apresentam características surpreendentes, chamativas ou inexplicáveis, seja no quesito anatomia ou comportamento. Porém, nenhuma espécie apresenta a particularidade da hidra, um pequeno animal de água doce que possui o dom da... imortalidade.

Para uma criatura do tamanho da hidra, a não-mortalidade em quatro anos é significativa porque, normalmente, os animais muito pequenos não vivem tanto tempo. Então, basicamente, eu estava tentando provar que elas envelheciam, mas, ao final, me convenci de que não- Professor Daniel Martinez
Não se trata de um personagem fantástico nem de uma teoria maluca: esse é um animal real, de três cm de comprimento, verde e alongado, que, em condições adequadas, pode prolongar sua vida por um período interminável. E como ele faz isso? Através de sua principal virtude, baseada na capacidade regenerativa. O pioneiro na descoberta dessa condição notável foi o professor Daniel Martínez, que guardou e protegeu 60 espécimes do animal para conhecer a fundo sua vida e as causas de sua morte. Nos primeiros quatro anos de pesquisa, nenhuma de suas hidras morreu. “Para uma criatura do tamanho da hidra, a não-mortalidade em quatro anos é significativa porque, normalmente, os animais muito pequenos não vivem tanto tempo. Então, basicamente, eu estava tentando provar que elas envelheciam, mas, ao final, me convenci de que não”, explicou Martinez.

A energia vital da hidra não se reduz à sua duração, mas também à sua capacidade reprodutiva, já que ela pode se reproduzir após três dias do nascimento, burlando, desse modo, as leis da natureza, segundo as quais a rapidez na reprodução implica também uma morte rápida. Um animal “normal” que se reproduz com essa rapidez deveria ter uma vida de não mais de um mês. A pequena hidra carregaria então a misteriosa poção mágica da vida, e os cientistas estariam buscando em suas formas de regeneração um padrão para tentar prolongar a vida humana, embora, até o momento, não tenham conseguido encontrar o elemento que propicie essa capacidade. Parece estranho, mas é verdade: até que algum cientista prove o contrário, a hidra é um ser imortal.

Assista ao vídeo abaixo

Fontes: PijamaSurf  e VeoVerde